4 Passos – Design Thinking como poderosa ferramenta de mudança A inovação como parte de nossos princípios!

Temos de ser mais inovadores, queremos grandes ideias, a inovação deve fazer parte de nossos princípios e uma prática diária!

Esse é um desafio de praticamente todas as organizações em suas iniciativas de inovação, porém, mesmo quando grandes inovações são introduzidas, muitas das grandes ideias nunca chegam em uma escala maior. Um dos maiores problemas enfrentados é o interesse e aceitação da ideia pelas partes interessadas, caso esse interesse não ocorra, a ideia é quebrada e o processo interrompido.

12968037_589949011163468_868956379143381849_o

Pensando nestes problemas, aqui estão quatro maneiras para você implementar o design thinking como uma poderosa ferramenta de mudança:

1- Envolva todas as partes interessadas (Stakeholders)

Já está mais do que provado que o envolvimento cria propriedade, desse modo, quando envolvemos os stakeholders, eles se tornam mais dispostos a apoiar as ideias que tiveram a oportunidade de influenciar de algum modo, sua participação aumenta seu compromisso com o sucesso da iniciativa.

O design thinking enfatiza a importância da colaboração e de múltiplas perspectivas, além de construir verdadeiras conexões humanas, quando pessoas são envolvidas, você cria vias de empatia, ajudando-as a tomar decisões melhores.

Com os stakeholders envolvidos, eles podem facilitar o processo para com aqueles que tem uma opinião negativa sobre a mudança ou inovação. Portanto, pense estrategicamente sobre quem pode resistir a sua solução quem pode ser afetado negativamente por isso, posteriormente, encontrar formas de envolver as pessoas no processo.

2 – Empreenda com um Propósito

Organizações esforçam-se diariamente com questões que nunca estão totalmente resolvidas, sempre são os mesmos problemas e as mesmas reclamações, porém, quando o design thinking é aplicado de maneira correta na cultura da organização, ele se torna uma ótima ferramenta para mudar a mentalidade por traz dos problemas, ajudando a alcançar um resultado eficaz.

O Design Thinking examina as questões de um ponto de vista centrado no ser humano, em primeiro lugar empatia com os usuários e, em seguida, a criação de soluções que tornam a vida melhor.

Ao mudar a sua visão para ver isso como uma oportunidade para ajudar as pessoas, você não irá impor processos e mais processos ou regras sobre eles, o pensamento centrado no ser humano muda sua perspectiva para algo mais significativo. Atitudes tornam-se mais compreensivas.

Ao longo do processo, encontrar maneiras de compartilhar histórias de usuários, incluindo os desafios, oportunidades e o impacto do trabalho, para ajudar as partes interessadas reconectar-se o trabalho da organização e como ela realmente ajuda os usuários.

3 – Apresente Resultados dos processos

Isso acontece o tempo todo: as pessoas ouvem uma ideia, e eles imediatamente dizer que não vai funcionar. Sem provas, não será fácil convencê-los de outra forma. O processo de concepção do pensamento de construir de forma rápida e iteração de soluções é valioso para gerar as provas necessárias para persuadir líderes para financiar e apoiar uma ideia iniciante.

12968086_589958657829170_8996820700063577607_o

Algumas evidências (métricas e dados de validação ou pesquisas de campo) vão despertar algo em sua mente, mas é mais provável que os primeiros indícios (com histórias tocantes de usuários) vai apelar para o coração. Quando um cliente lhe diz que a idéia mudou a sua vida, isso é um argumento muito poderoso para obter pontos e usar como argumento. Você deve persuadir com evidências e resultados racionais e emocionais.

Recolha de dados e identifique vários veículos para compartilhar o material com o público das partes interessadas. Ao incluir provas em apresentações internas da empresa, boletins informativos e reuniões de gestão, você pode continuamente e poderosamente estabelecer o caso para a mudança.

4 – Tenha um ótimo relacionamento com as partes interessadas

Se você não sabe com o que as partes realmente se preocupam, você pode estar gastando seu tempo e energia se preocupando com fatores inconsequentes para o projeto. Com o design thinking, você poderá colocar a mão na massa e prototipar experimentos, com essa apresentação e feedback para as partes interessadas, você estará próximo do sucesso.

De uma perspectiva de gerenciamento de mudanças, compreenda e respeite esses interesses, pois, podem ajudar a minimizar a resistência durante a implementação.

Não deixe que a ideia definhar revolucionária em um canto empoeirado. Com o Design Thinking, temos ferramentas e métodos disponíveis para nos para ajudar a liderar a mudança de forma mais eficaz, bem, ter resultados.

Seu comentário será muito importante, portanto, opiniões, elogios, sugestões ou críticas serão o combustível para buscar a motivação e a qualidade necessária para continuar, não deixe de comentar. Aproveitando, todos os meses enviamos um e-mail com os aprendizados de forma resumida, ou seja, será um compilado das melhores explicações sobre Design Thinking e o que apareceu aqui no blog, para recebe-los basta cadastrar seu e-mail no box de newsletter aqui mesmo nessa pagina.

Grande abraço e até o próximo!

Insight: IDEO

2 Comments

  1. Gostaria de acompanhar o Design Thinking

    • Olá, tudo bem!

      Fique atenta também a nossa página no facebook (facebook.com/pensedesignthinking) e ao nosso instagram (instagram.com/pensedesignthinking).

      Grande abraço.

Leave Your Reply